Monographs Details: Metzgeria pulvinata Steph.
Authority: Costa, Denise P. da. 2008. Metzgeriaceae (Hepaticae). Fl. Neotrop. Monogr. 102: 1-169. (Published by NYBG Press)
Family:Metzgeriaceae
Synonyms:Metzgeria subinvoluta Steph., Metzgeria gracilimascula Kuwah.
Description:Species Description - Gametófito mediano a largo, castanho-amarelado, fortemente azulado na região apical quando seco, 1,3-2,0 mm larg. Ramos adventícios ventrais raros. Talo fortemente convexo, dicotomicamente ramificado, dicotomias irregulares, ápice largo-obtuso, com ou sem papilas mucilaginíferas. Em seção transversal lamina 15-23(-26) células larg. da costa a margem; células medianas a grandes, planas a ligeiramente protundentes, paredes delgadas, trigônios pequenos, cutícula lisa, 30-70(-78) × 2246(48) µm, na margem diferenciadas ou não, crenuladas ou dispostas numa fileira de células mais estreitas; costa arqueada para ambos os lados, (3-)4-7 fileiras de células epidérmicas dorsais e 4-9 fileiras ventrais; células medulares pouco distintas das epidérmicas; medula formada por 26-38(-60) células, em 5-6(-9) camadas, paredes delgadas a ligeiramente espessadas. Talo densamente hirsuto, rizóides medianos a longos, falcados a fortemente falcados, dispostos na margem e superfície ventral da costa, na margem densos (500 µm= 16-26 rizóides), 2 rizóides por célula, misturados com 1 ou grupos de 34 rizóides, (90-) 110-250 µm. Gemas marginais, liguladas, planas ou ligeiramente côncavas, sem rizóides (4-6 células larg.). Dióico. Ramo masculino globoso a subgloboso, sem rizóides na costa, (280-)350-450(-550) µm. Invólucro feminino relativamente pequeno, obovado, com um pequeno entalhe apical, esparsamente hirsuto, rizóides eretos ou flexuosos, dispostos na margem e superfície externa, 190-240 µm. Caliptra membranosa, obpiriforme a claviforme, esparsamente hirsuta, rizóides eretos, muito longos, dispostos na superfície externa, 0,7-1,5 mm compr., seção transversal 4-5 camadas de células. Seta grande, 34 mm compr., seção transversal 22-25 células, 14-16 corticais, 9 medulares, (4-)5-6 diâm., células de paredes delgadas a espessadas, sem trigônios, regularmente arranjadas. Cápsula globosa a subglobosa, valvas longas, espessamentos nodulosos conspícuos na parede externa (Tipo-3), com expansões tangenciais, e espessamentos semianulares inconspícuos na parede interna (Tipo-3 e 4). Elatérios pequenos a grandes, castanho-avermelhados, 200-350(-500) µm compr. Esporos pequenos a medianos, castanho-avermelhados, granulosos, (16—)21 —28 )µm diâm.

Discussion:O epíteto pulvinata refere-se ao talo fortemente convexo.

Metzgeria subinvoluta Steph. (Bolívia, s.l., Herzog 3860, holótipo G 13401), apresenta talo fortemente convexo, com coloração azulada concentrada nas regiões apicais, costa formada por 6-8/6-9 células, medula com 26-30 células em 6 camadas, células de paredes ligeiramente espessadas, rizóides fortemente falcados, dispostos na margem e superfície ventral da costa, na margem 2 rizóides por célula, misturados com 3-4. Na obra original, Herzog (1916), não cita em que localidade da Bolívia o material foi coletado ou mesmo o coletor e número de coleta. Apesar de estar escrito na exsicata Af. subinvoluta n. sp., Bolívia, Herzog 3860, diferentemente do que comenta Kuwahara (1983a), fica difícil determinar se este realmente é o material-tipo, principalmente porque as características não correspondem com aquelas da descrição original de Af. subinvoluta e pelo material ser idêntico a M. pulvinata, uma outra espécie, descrita para a Bolívia por Herzog (1916), na mesma obra e página.

Logo, M. subinvoluta (Herzog 3860, G 13401) é aqui considerada como um novo sinônimo de M. pulvinata por apresentar as mesmas características desta última, bem como coloração azulada do talo que Segundo Kuwahara (1983a) é uma característica ausente em M. subinvoluta.

Metzgeria gracilimascula é semelhante a Af. pulvinata e neste estudo, estes dois táxons foram sinonimizados, prevalescendo o epíteto pulvinata, por ter sido descrito anteriormente. Kuwahara (1976b), já comentava sobre a semelhança de M. gracilimascula com nove outras espécies, entre elas M. subinvoluta outra especie aqui sinonimizada com M. pulvinata. Na descrição de Metzgeria gracilimascula a margem apresenta células diferenciadas, formada por uma fileira de células mais estreitas é o talo masculino é menor que o feminino. Examinando o isótipo, observou-se que no mesmo gametófito as células da margem podem ser crenuladas ou estreitadas, pare-cendo ser esta uma característica variável e não diagnótica. Em relação ao dimorfismo sexual (talo masculino menor que o feminino), este não foi observado de uma maneira geral, logo não sendo considerado uma característica taxonômica para o táxon.

As gemas e ramo masculino estão sendo descritos e ilustrados pela primeira vez.
Distribution:Potosí Bolivia South America| Distrito Federal Mexico North America| Oaxaca Mexico North America| San Luis Potosí Mexico North America| Cartago Costa Rica Central America| San José Costa Rica Central America| Imbabura Ecuador South America| Pichincha Ecuador South America| Amazonas Peru South America| Apurímac Peru South America| Cajamarca Peru South America| Cusco Peru South America| La Libertad Peru South America| La Paz Bolivia South America| Cochabamba Bolivia South America|