Monographs Details: Metzgeria hegewaldii Kuwah.
Authority: Costa, Denise P. da. 2008. Metzgeriaceae (Hepaticae). Fl. Neotrop. Monogr. 102: 1-169. (Published by NYBG Press)
Family:Metzgeriaceae
Description:Species Description - Gametófito largo, verde-claro a verde-escuro, 1,9-2,4 mm larg. Ramos adventi'cios ventrais freqüentes. Talo piano a subplano, dicotomicamente ramificado, dicotomias irrregulares, ápice obtuso, sem papilas mucilaginíferas. Em seção transversal lamina 25-40 células larg. da costa à margem; células medianas, planas, paredes delgadas a ligeiramente espessadas, trigônios pequenos ou ausentes, cutícula lisa ou ligeiramente verrucosa, (30-)36-57 × 25-4-3 µm; costa com 2-4 fileiras de células epidérmicas na superfície dorsal e 5-7 na superfície ventral; células medulares ligeiramente distintas das epidérmicas, medula com 11-20 células, em 3-4 camadas, células de paredes delgadas a ligeiramente espessadas. Talo esparsamente hirsuto, rizoides pequenos, eretos, quase que exclusivos a superfície ventral da costa, raramente na margem e superfície ventral da lâmina, ausentes na maior parte do talo, na margem raros (500 µm = 0-2 rizóides), 1 rizóide por célula, 50-100 µm. Talo masculino ligeiramente menor que o feminino, 0,5-1,5 mm larg., lâmina 15—22(—28) células larg. da costa a margem, costa com 2(-3) fileiras de células epidérmicas na superfície dorsal e 3-6 na superfície ventral, medula com 6 células, em 2 camadas. Gemas originadas na superfície dorsal do talo, concentradas próximo ao ápice, discóides, planas, sem rizóides, raramente com 1-2 rizóides (10-14 células larg.). Dióico. Ramo masculino globoso, sem rizóides, 2 anterídios, 200-375 µm. Dados de Kuwahara (1981, 1986): Invólucro feminino obo-vado, com entalhe apical, hirsuto, rizóides dispostos na margem e superfície externa, 260-550 µm. Apresenta desenvolvimento externo do invólucro feminino em talo vegetativo. Caliptra obpiriforme, esparsamente hirsuta, rizóides eretos, dispostos por toda a superfície externa, 1,5 mm compr. Seta em seção transversal com 31-35 células, 18-19 corticais, 13-16 medulares, 6-7 diâm., sem trigônios, regularmente arranjadas. Esporófito maduro desconhecido.

Discussion:O epíteto hegewaldii homenageia os doutores Pirkko Hegewald e Eberhard Hegewald, botânicos alemães. São característicos desta espécie: as gemas discóides, sem rizóides e sem coloração azulada; lâmina formada por um grande número de células (32-40 células larg.); rizóides quase que exclusivos a superfície ventral da costa; talo masculino menor que o feminino; desenvolvimento extemo do invólucro feminino em talo vegetativo; seta em seção transversal com 31-35 células.

O material da República Dominicana foi considerado afim a M. hegewaldii, pois apresenta gemas discóides a elípticas, com rizóides curtos, eretos ou em forma de "gancho", sendo as demais características idênticas.

O material de F (México, Sharp et al. 4143), apresenta o mesmo número de coleta de outro material coletado por Sharp, no mesmo dia e local, porém em substratos diferentes, e que pertence a M scyphigera.

Distribution and Ecology: Neotropical, ocorrendo no Peru e Brasil (Costa, 1999), aqui citada para o México, República Dominicana e Venezuela. Cresce sobre troncos de árvores vivas, entre 200-3100 m. Apresenta distribuição descontínua na América Tropical, sendo que no México, Venezuela, Peru e Repúlica Dominicana, ocorre em localidades de altitude mediana a elevada, entre 700-3000 m, en-quanto que no Brasil, em locais de altitude baixa, ca. 200 m. Disjunçães similares têm sido observadas em muitas espécies do sudeste e sul do Brasil e provavelmente representam remanescentes de uma distribuição mais contínua no passado, sendo nestes casos a disjunção explicada pela troca das condições oferecidas pela altitude pela latitude mais elevada, o que resulta em habitats equivalentes. Costa (1999), baseado nos critérios da IUCN SSC, considera esta espécie como vulnerável (VU), devido principalmente à distribuição escassa e fragmentada na América do Sul e principalmente porque, no Brasil, não ocorre em área protegida por unidade de conservação

Distribution:Cajamarca Peru South America| Morelos Mexico North America| Chiapas Mexico North America| Veracruz Mexico North America| Puerto Plata Dominican Republic South America| Yaracuy Venezuela South America| Rio Grande do Sul Brazil South America|