Monographs Details: Metzgeria attenuata Steph.
Authority: Costa, Denise P. da. 2008. Metzgeriaceae (Hepaticae). Fl. Neotrop. Monogr. 102: 1-169. (Published by NYBG Press)
Family:Metzgeriaceae
Description:Species Description - Gametófito mediano, verde-claro, prostrado com ramos ascendentes para o ápice, 0,5-1,0 mm larg., eventualmente apresentando coloração azulada no ápice dos ramos e gemas. Ramos adventícios ventrais raros. Talo piano a subplano, dicotomicamente ramificado, dicotomias irregulares, de dois tipos: atenuado e não atenuado, ápice obtuso no talo não atenuado, ápice ascendente e canaliculado no talo atenuado, sem papilas mucilaginíferas. Em seção transversal lâmina uniestratificada, 10-20 células larg. da costa á margem, células medianas, hialinas, planas, paredes delgadas, trigônios pequenos ou ausentes, cuticula lisa, 37-50 × 17-40 µm, na margem mais alongadas e estreitas; costa fracamente arqueada, 2 fileiras de células epidérmicas em ambas as superfícies, dorsal e ventral; céulas medulares distintas das epidérmicas; medula com 7-10 células, em 2-3 camadas, células de paredes ligeiramente espessadas. Talo esparsamente hirsuto, rizóides curtos a longos, eretos a flexuosos, esparsos na margem e superfície ventral da costa, eventualmente na superfície ventral da lâmina, na margem esparsos (500 µm=4-9 rizóides), 1-2 rizóides por célula, extensas regiões sem rizóides, 62-225 µm. Gemas marginais, liguladas, planas, sem rizóides, ocasionalmente com rizóides rudimentares (4-5 células larg.). Dióico. Ramo masculino pequeno, globoso a subgloboso, sem rizóides, 3-4 anterídios, 160-280 µm. Invólucro feminino pequeno, cordado a obovado, con-vexo, com entalhe apical, hirsuto, rizóides curtos, eretos, dispostos na margem e superfície externa, 200-300 µm. Apresenta desenvolvimento extemo do invólucro feminino em talo Vegetativo. Caliptra membranosa, obpiriforme, hirsuta, rizóides eretos, dispostos por toda a superfície externa, 0,5-1,5 mm compr., seção transversal 5 camadas de células. Seta pequena a mediana, 0,8-1,8 mm compr., seção transversal 17 células, 13 corticais, 4 medulares, 4 diâm., células de paredes espessadas, com trigônios, regularmente arranjadas. Cápsula globosa a subglobosa, valvas longas, espessamentos nodulosos conspícuos na parede da externa (Tipo-3), espessamentos. semianulares conspícuos na parede interna (Tipo-1), com expansões tangenciais. Elatóforos nos ápices das valvas. Elatérios medianos a grandes, castanho-avermelhados, 200-650 µm compr. Esporos medianos, castanhos, finamente granulosos, 20-34 µm diâm.

Discussion:O epíteto attenuata refere-se ao talo fortemente atenuado em direção ao ápice, observado nesta espécie.

Assemelha-se a M. agnewiae que difere por apresentar talo fortemente azulado, células da lâmina menores (21-43 × 14-29 µm), costa com 2-3(-4) fileiras de células na superficie ventral, gemas na margem dos talos atenuados, azuladas, discóides, fortemente côncavas, células mamilosas, rizóides rudimentares.

So (2004), estudando o gênero para a África sinonimizou esta espécie com M. consanguinea, posicionamento não adotado neste trabalho, visto que M. attenuata difere pelas seguintes características: talo eventualmente azulado no ápice dos ramos e gemas; talo atenuado ascendente e canaliculado, não formando flagelo; células da lâmina planas e de paredes delgadas; medula com 7-10 células; gemas marginais liguladas, planas, sem rizóides ou com estes rudimentares; espessamentos da parede interna da cápsula semianulares conspícuos (Tipo-1), com expansões tangenciais.

Distribution and Ecology: (Fig. 11). Neotrópico e África, ocorrendo na Colômbia, Brasil, Bolívia, África-Burundi e Ruwanda (Kuwahara, 1986), aqui citada para o México, Panamá, Costa Rica, Peru e Equador. Apesar de Kuwahara (1986), citar esta espécie para o Brasil, nenhum exemplar foi examinado para o país e, provavelmente esta citação seja errônea. No Neotrópico apresenta ampla distribuição pelas montanhas da América Central e Cordilheira dos Andes, ocorrendo desde o Panamá até a Bolívia, entre 1100-3700 m, em diferentes tipos de substrato, como troncos e folhas de árvores vivas, solo, ou superfície rochosa.

Distribution:Potosí Bolivia South America| Puebla Mexico North America| Cartago Costa Rica Central America| Chiriquí Panamá Central America| Cundinamarca Colombia South America| Napo Ecuador South America| Pichincha Ecuador South America| Chachapoyas Peru South America| Cochabamba Bolivia South America| Bocas del Toro Panamá Central America|